Em Reserva, no Bairro Botocudos, a Polícia Civil aprendeu 93 quilos de cocaína, após denúncia de que o narcotráfico estava utilizando até aeronave para praticar o transporte e venda de drogas. O esquema teria ligação com Apucarana, onde um morador,  foi preso. Segundo informações, no dia 02 de julho, a equipe de investigações da sede da 18° SDP – Subdivisão Policial, em Telêmaco Borba, monitoraram, por algum período, a referida região do bairro de Botocudos. A  associação criminosa estaria usando um helicóptero R-44 para transportar drogas e tinha aquele lugar como um entreposto de reabastecimento. Por volta das 11:20 horas, o helicóptero mais uma vez pousou em um campinho de futebol desativado do bairro. Logo abasteceu e decolou, porém ao voar poucos metros, apresentou uma pane. O piloto tentou retornar ao campinho de onde havia decolado, todavia não conseguiu e o acidente foi inevitável. O piloto não se feriu. Assim, com a ajuda dos seus comparsas, descarregaram a droga da aeronave e, em seguida, com o objetivo de ocultar provas, atearam fogo no helicóptero e na pastagem em volta. Em uma intervenção rápida, os policiais civis conseguiram apreender os 93 kg de cocaína que haviam sido descarregados em uma mata próxima ao local da queda. Dois homens envolvidos na logística de suporte ao abastecimento da aeronave, foram presos, um deles de Apucarana. Dezenas de galões com combustível para aviação, também foram apreendidos, além de 2 veículos usados pela associação criminosa. (Fonte – Berimbau / www.tanahorasul.com.br e Polícia Civil)

Compartilhar