Avião com vacinas faz curva errada e entra em rota de colisão com jato da Gol, no Paraná

2034

Um avião monomotor com vacinas a bordo fez uma curva errada após a decolagem e acabou entrando em rota de colisão com um jato da GOL, no Paraná. A informação é do AEROIN, site de notícias especializado em aviação comercial.

O caso aconteceu na manhã desta terça-feira, 19 de janeiro de 2021, e envolveu um Boeing 737-800 da GOL de matrícula PR-GUC e um Cessna C208 Caravan do governo do Paraná, de matrícula PP-MMS. Esse último levava doses da vacina CoronaVac para Londrina e decolou do Aeroporto Bacacheri, na região mais central da capital paranaense, informa o AEROIN.

O jato da GOL, por sua vez, cumpria o voo G3-1212, procedente de Guarulhos, e se aproximava do Aeroporto Internacional Afonso Pena em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, quando ficou em rota de colisão com o C208.

Em um áudio da frequência de Controle Aéreo obtido pelo AEROIN, nota-se que a controladora instruiu o jato da GOL a abandonar a aproximação para o Afonso Pena, para não colidir com o Cessna C208 Caravan, que tinha o indicativo de chamada (callsign) Resgate 03.

Rota-de-colisao
De imediato, os pilotos da GOL fazem uma curva para evitar a colisão e também respondem à controladora, cortejando a informação.

Neste momento, é possível ouvir o alarme de desativação do piloto automático do Boeing 737, apontando que a aeronave estava em modo automático e os pilotos precisaram desativá-lo para tirá-la da rota de colisão.

O piloto da GOL também confirma TCAS RA, que é o Resolution Advisory, que é um comando de voz para evitar uma colisão, indicando para subir ou descer. Este aviso de RA só é dado quando o jato está a 3 milhas náuticas (5,5km) de distância da outra aeronave ou a 25 segundos ou menos do impacto.

Em seguida quem fala é o Resgate 03, informando que está corrigindo sua rota e voltando para a curva prevista, que era para a esquerda e não direita.

Após isso, o GOL arremete e o C208 segue sua rota prevista para Londrina. Minutos depois o Boeing 737 pousa no Afonso Pena sem nenhum problema adicional.

Uma investigação do CENIPA deve ser aberta a fim de apurar o ocorrido. Não há informação até o momento da distância que aeronaves ficaram uma da outra.

Ouça o áudio abaixo:

Fonte: Banda B

Compartilhar