Série de mortes e mutilações de cães gera revolta em Apucarana

980

Nos últimos dias moradores da cidade de Apucarana (norte do Paraná) ficaram revoltados com um tipo de situação que expõe até que ponto pode chegar a crueldade de um ser humano. Pelo menos cinco cães foram amarrados a linha férrea e sofreram mutilações ou tiveram os corpos despedaçados pelo trem.

No sábado (19), um cachorro pequeno sem raça definida foi amarrado ao trilho no distrito da Vila Reis, na zona sul do município, e  teve as patas dianteiras mutiladas, além de sofrer outros ferimentos no corpo e ter forte hemorragia. O animal foi resgatado pelo pessoal da Sociedade Protetora dos Animais (Soprap) e do Canil Municipal e levado para receber atendimento veterinário, mas não resistiu e morreu. Outros cachorros foram achados esquartejados ao lado da linha férrea na Vila Reis.

No domingo (20), o cabo da reserva Valmir Mata, que trabalhava na Força Verde da Polícia Militar, e seus familiares resgataram mais um cachorro com a perna direita traseira amputada na linha do trem, desta vez na região norte de Apucarana. O cachorro uivava muito de dor quando era socorrido e levado ao Canil Municipal para que recebesse os cuidados necessários.

Leia mais no Tn ONline

Compartilhar