Restos mortais são encontrados enterrados em cafezal em Apucarana

1110

O delegado chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana, Dr. José Aparecido Jacovós, comandou a operação, juntamente com os investigadores, que conduziram Rogério de Souza Ernardino, 30 anos, que havia feito as covas a mando de um traficante que se encontra foragido.

Os restos mortais, foram encontrados enterrados em um cafezal, no Parque Bela Vista, na cidade de Apucarana, na tarde desta quinta-feira (10). O material foi retirado pela equipe do Instituto Médico Legal (IML) de Apucarana, para que seja analisado.

Segundo o apresentador do Programa Patrulha da Cidade, Paulo Farias, que acompanhou a operação policial, a principal suspeita é de que os restos mortais sejam de uma das duas pessoas que foram jogadas no poço, localizado pela Polícia Civil, na madrugada do dia (02/08), quando prenderam Marcos Rafael Bota, por ocultação de cadáver.

Os corpos estavam mutilados, estavam em um poço com 15 metros de profundidade, atrás de em um ferro velho na Rua João Matiuzzi no Parque Bela Vista, em Apucarana.

Rogério de Souza Ernardino, de 30 anos, é usuário de drogas, e teria feito a cova para liquidar dívidas com um  traficante, que está sendo procurado e ainda não teve seu nome divulgado pela polícia.

Fonte RTV Canal 30 / Fotos: Edi Ferreira.

Compartilhar