Prefeito se reúne com pastores  para retorno dos cultos

864

O prefeito Ditão se reuniu, nesta terça-feira (2), na prefeitura municipal, com pastores de igrejas evangélicas da cidade. Na reunião, o prefeito e as lideranças religiosas definiram a volta dos cultos e atividades nas igrejas com as medidas dentro do decreto Estadual e Municipal.

A medida visa evitar a aglomeração de pessoas, e com isso reduzir a possibilidade de disseminação do vírus que provoca a doença Covid-19.

O retorno deverá ser feito tomando todas as medidas de precauções acrescentou Rose da vigilância sanitária”.

O pastor Durval Bicudo da igreja Assembléia de Deus, fala que está fazendo o possível para seguir as regras do decreto, e pôs-se a disposição em colaborar no que for necessário para ajudar nas ações de combate ao vírus, e diz que quando alguém sai fora das regras é corrigido.

Anderson Silva, Explica que a igreja católica está bem organizada na questão do distanciamento, higienização, e fala que foi feito cartões de cores diferentes para cada missa, e na entrada da Igreja tem um tapete com produto para os fieis passar os pés, e também é feito higienização pelo menos uma vez por semana.

Bruno Calixto, Chefe de Gabinete, avisa ainda que as igrejas deverão respeitar o toque de recolher, sendo que não poderá ultrapassar das 21h.

Os pastores se comprometeram a cumprir todas as recomendações da Prefeitura, como já vêm seguindo desde as medidas que suspenderam os cultos  com os fieis nos templos.

Temos que respeitar as medidas e todo o trabalho que a administração da Prefeitura vem fazendo, trabalho sério, com profissionais comprometidos e que querem o bem da população, já sabemos que quando os cultos retornarem, mesmo com as medidas de distanciamento, máscaras e assepsia, as pessoas idosas, de grupo de risco e crianças ainda deverão permanecer em casa. Os pastores vão desempenhar um importante papel, não só no apoio e consolo espiritual, mas também como multiplicadores na prevenção”, destacou o presidente da Câmara  Milton Lopes.

Ditão falou da retomada dos cultos dentro de normas de segurança. “Se hoje temos uma pessoa infectada em Jandaia temos que dobrar os cuidados, a reabertura é com definição de normas, não podemos correr riscos, portanto todas as decisões precisam estar embasadas no plano de contingência do nosso município”.

Como não temos vacina e nem tratamento específico comprovadamente efetivo, a prevenção é a principal medida de contenção da COVID-19. Nesse sentido, o distanciamento social é a ferramenta mais eficaz para conter a disseminação do novo coronavírus. Pedimos a compreensão de todos e reforçamos o pedidos para que não saiam de suas casas, principalmente os mais vulneráveis à doença“, reforça professor Eduardo Teixeira da Silva, diretor do campus da UFPR no município.

Da assessoria

Compartilhar