Pai e filho são presos após disparo de arma em sítio

1731

Um homem de 60 anos e outro de 35 foram presos após disparo de arma de fogo contra uma pessoa em um sítio na Estrada Dourados em Jandaia do Sul conforme relatório da Polícia Militar.

Às 19h30 de sábado (10) a Central de Operações da Policia Militar recebeu uma ligação do masculino de 62 anos, o qual informou que seu filho, reside no sitio São Marcos na zona rural, e que o mesmo teria discutido com um vizinho o qual reside no mesmo sitio.

O solicitante teria ido ao local para se inteirar do ocorrido, e o masculino de 35 anos teria efetuado disparo de arma de fogo em direção ao seu veiculo, sendo que imediatamente a vitima evadiu-se do local temendo por sua vida e na sequência acionou a Policia Militar.

Diante do fato, as equipes policiais deslocaram ao referido sitio na Estrada Dourados, sendo que ao se aproximar da residência do suspeito, a sua esposa recebeu as equipes e de imediato disse, que poderiam realizar buscas na residência, pois eles não teriam nada escondido. No entanto, até aquele momento nenhum dos policiais que atendiam a ocorrência havia feito qualquer pergunta, o que causou suspeita por parte dos policiais, sendo indagada onde estaria seu esposo a mesma relatou que ele teria ido ate a residência de um senhor que reside na mesma propriedade. Desta forma, os policiais foram até residência, sendo que no caminho, avistaram o suspeito saindo do meio de uma mata.

Foi realizada abordagem, nenhum ilícito foi encontrado e perguntado de onde o mesmo estaria vindo e se teria realizado disparos de arma de fogo, informou que estava retornando da residência de um amigo e que não teria efetuado nenhum disparo e que não possuía arma de fogo, no entanto o suspeito estava tremulo e ofegante.

Na casa do outro cidadão que reside no sítio, os policiais perguntaram se o abordado realmente estava em sua residência, sendo que o morador negou, e disse que faziam algumas horas que não o via.

Fora indagado novamente o suspeito de onde ele estaria retornando e o porquê estaria ofegante e trêmulo, sendo que ele mudou seu relato e disse que avistou a chegada das viaturas policiais e correu de sua residência e dispensou no meio da mata uma espingarda e acessórios para efetuar disparos.

Diante do exposto as equipes começaram a realizar buscas, e próximo a sua residência, em meio a uma vegetação foi logrado êxito em localizar uma espingarda sem marca e calibre aparente, do tipo popularmente conhecida como puxa fieira e ou taquari, também ao seu lado havia uma bolsa contendo tubos de pólvora, espoletas e chumbo.

Ainda em diligencias, em uma residência vizinha foi abordado o masculino de 60 anos o qual é pai do masculino de 35 anos. Segundo as vitimas, o mesmo teria as ameaçado, inclusive quando as equipes policiais conversavam com ele, ele disse que posteriormente iria passar a faca no pescoço do solicitante. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão a pai e filho.

Quando as equipe preparavam-se para deixar o local, chegou ao sitio outro senhor, o qual identificou-se como responsável pelo sitio, o mesmo foi informado o que ocorrera na propriedade. Os presos e objetos apreendidos foram encaminhados a Delegacia de Policia Civil para as providencias cabíveis.

Compartilhar