Indivíduo é baleado na Vila Paião

2878

Às 20h45 de quarta-feira (13) a Polícia Militar foi chamada na Rua Paião, onde  foi repassado para os policiais que no local alguém teria ouvido disparos de arma de fogo, e que uma pessoa teria adentrado no quintal e caído, possivelmente atingido por um dos disparos.

No local, as equipes identificaram a vítima, sendo que contra o mesmo existem três mandados de prisão e que o mesmo teria visivelmente sofrido ao menos um ferimento por disparo de arma de fogo.

Enquanto o ferido era socorrido pelos bombeiros, ele informou às equipes policiais que o autor dos disparos seria um desafeto antigo. Informou que teria passado instantes antes próximo a borracharia “São Jorge” às margens da rodovia, e que teria visto quatro indivíduos sendo que o mesmo os cumprimentou sendo retribuído, contudo logo mais a frente ouviu alguém lhe chamando e, ao olhar pra trás, viu que era o mesmo indivíduo que o cumprimentou, e que o mesmo estava trajando um shorts azul, sem camiseta, e com uma tatuagem grande no peito, e que sacou um revólver efetuando 3 ou 4 disparos em sua direção tendo o mesmo se evadido, assim como o autor dos disparos.

No momento em que as equipes policiais saíam em diligência, foi informado por terceiros que teria um indivíduo trajando camiseta vermelha na esquina observando a movimentação das equipes, sendo que o mesmo teria visto que as equipes estavam saindo e se evadiu correndo tomando rumo à rodovia. Diante desta informação, a equipe se deslocou no mesmo sentido, sendo o mesmo visualizado e abordado juntamente com mais dois indivíduos adentrando a residência as margens da BR.

Realizada a abordagem e busca pessoal, nada de ilícito foi localizado, e questionado qual dos indivíduos era morador daquele endereço todos informaram que seria outra a pessoa. Foi então solicitado que o morador se apresentasse para confirmar a veracidade da informação, momento este em que aparece o indivíduo o qual acabara de sair do banho e ainda estava envolto numa toalha, informando que o mesmo seria morador daquele endereço.

De imediato já foi possível identificar a tatuagem no peito, a qual foi informada pela vítima que o possível autor dos disparos possuía, sendo então informado ao mesmo do fato e dada voz de prisão. Questionado quanto a arma de fogo, o mesmo informou não possuir nenhuma em sua residência e que não seria ele o autor, contudo frente ao flagrante delito diante das informações repassadas pela vítima, esta equipe adentrou a residência para buscas, sendo acompanhada pela proprietária da residência.

Já no sofá localizado próximo a porta do banheiro onde o acusado se banhava, foi localizado um shorts na cor azul já usado e enrolado, sendo possivelmente o mesmo citado pela vítima, já que no interior do banheiro não foi localizado nenhuma peça de roupa, o que indica previamente que seria essa vestimenta que estava sendo usada quando o mesmo adentrou ao banheiro.

Os quatro indivíduos foram então encaminhados até a Delegacia para serem apresentados à autoridade policial para que fossem tomadas as medidas cabíveis.

A vítima dos disparos foi encaminhada até o PAM  onde foi atendida pelo médico plantonista e encaminhado para o Hospital da Providência em Apucarana para retirada do projétil, sendo acompanhado pela equipe policial de Jandaia do Sul e, posteriormente chegando ao hospital, sendo substituída por uma equipe de Apucarana para guarda e posterior apresentação do mesmo à delegacia devido aos mandados anteriormente citados.

Compartilhar