Idosa estaria sofrendo maus tratos em Mandaguari

568

Na manhã de terça-feira (13) a equipe policial foi informada através de solicitação anônima de que na Rua João Favoreto, Jardim Esplanada, haveria uma senhora sofrendo maus tratos. Imediatamente a equipe se dirigiu até o local e, ao chegar, pode constatar que havia uma pessoa sentada no chão de terra no quintal da residência.

Os policiais fizeram  contato com a pessoa e verificou que se tratava da pessoa de Maria, de 72 anos, que relatou a equipe que estava trancada na parte externa da residência, onde o portão que da acesso a rua também se encontrava trancado com um cadeado, sem que pudesse sair do quintal da residência ou entrar no interior da casa.

Questionada sobre quem a teria trancado, esta respondeu que se tratava de sua irmã e que esta não se encontrava no local.

Ato continuo, a vitima relatou a equipe que até o momento da chegada da equipe, sua irmã não a teria dado qualquer alimento ou liquido, e que esta estaria faminta.

Foi constatado também que a vitima possuía uma grande ferida que ia dos pés até a canela, onde foi possível observar possível necrose no local.

A vítima se encontrava com roupas bastante desgastadas e não possuía qualquer calçado, sendo possível observar diversas pequenas feridas em seus pés por ter de andar no terreiro descalça.

A vitima também relatou a equipe que sua irmã a ameaça com frequência, sendo que no dia de hoje a mesma proferiu ameaças antes de sair do local com os dizeres “quando eu voltar vou te matar” e “vou te jogar na linha do trem”.

De posse de todas essas informações, a equipe policial acionou a equipe do SAMU para prestar atendimento médico a vítima, e a equipe da assistência social do município.

Foi necessário arrombar o cadeado do portão da residência, onde a vitima foi encaminhada para o pronto atendimento municipal pela equipe do SAMU.

Ainda segundo a PM, em contato com vizinhos e moradores próximos com a finalidade de obter mais informações sobre o caso, e alguns moradores que preferiram não se identificar, relataram que os maus tratos no local acontecem com bastante frequência, tendo vezes em que a vitima ficou trancada para fora do portão da residência, sem poder sequer entrar no  quintal, bem como já observaram vezes em que o clima se encontrava bastante frio, e a vitima fora trancada para fora de casa sem quaisquer vestimentas, com o claro objetivo de maltratar, onde os vizinhos tiveram que arremessar uma coberta por cima do portão para evitar que a vitima adoecesse com o frio.

Durante as diligências pela suposta autora, a equipe recebeu um chamado do pronto atendimento municipal informando que a senhora Rosa (autora) estaria no local causando tumulto, onde a equipe se dirigiu até o PAM e fez contato com a acusada. A mesma recebeu voz de prisão pelos crimes de ameaça, maus tratos e cárcere privado, e foi conduzida para a delegacia para procedimentos cabíveis.

Compartilhar