Homem é baleado em Cambira

1922

Por volta das 19h deste sábado (11) um homem morador da Rua Niterói, conhecido como ”Vermelho” teve sua casa invadida e foi alvejado com vários tiros, uma ambulância do município prestou os primeiros socorros encaminhando a vítima até o posto de saúde até a chegada do Samu de Apucarana, que encaminhou o mesmo até o Hospital da Providência em estado grave.

Equipes da Polícia Militar de Cambira, Jandaia do Sul, ROTAM de Jandaia e CPU de Apucarana isolaram o local.

Polícia segue investigação.

Colaborou Xavier

Relato da Polícia Militar

Ao chegarmos no local já estavam presentes a equipe de Jandaia do Sul e o CPU, sendo que a vítima encontrava-se caída ao solo, perto do portão da residência, com lesões na cabeça, ombros e mãos, possivelmente causados por disparo de arma de fogo, bem como dois ferimentos no lado direito do abdômen aparentado serem causadas por objeto perfurocortante.

Em seguida chegou ao local a ambulância do Município XXXX e XXXX, os quais realizaram os procedimentos necessários e conduziram a vítima até o Centro de Saúde deste Município, sendo que uma Equipe Avançada do Samu de Apucarana (Dr. XXXX, enfermeira XXXX, motorista XXXX) esteve no Centro de Saúde e conduziram a vítima até o Hospital da Providência, em Apucarana.

Diante dos fatos fora realizado o isolamento do local e acionado a Polícia Civil, que não compareceu no local do crime.

Assim, esta equipe fez a apreensão de alguns objetos que estavam na cena do crime, sendo eles: uma faca com aproximadamente 15 cm de lâmina e cabo de madeira; uma chave de carro de marca não identificada juntamente com um chaveiro de Nossa Senhora de Abadia; oito capsulas de munição deflagradas, apresentando serem de calibre 0.22; uma munição intacta de aparentando ser de calibre 0.22.

Em seguida conversamos com a única testemunha presente no momento da ação, Sra. XXXX, mãe da vítima, a qual nos relatou que estavam fazendo um churrasco nos fundos da residência, sendo que em dado momento esta entrou na residência, enquanto a vítima apagava a churrasqueira e ouviu vários disparos de arma de fogo, momento em que visualizou um indivíduo magro, encapuzado, batendo com a churrasqueira na vítima.

De imediato a Sra. XXXX retornou ao interior da residência e em seguida foi para a frente de casa, onde visualizou a vítima caída ao solo e ferida. Informa ainda que não conseguiu visualizar por onde o autor do fato se evadiu.

Assim sendo, todos os objetos apreendidos foram entregues na 17ª SDP/Apucarana para os procedimentos de praxe.

Compartilhar