Fugitivos da cadeia de Mandaguari deixam recado em capela

Berimbau

1228

Marialva e Mandaguari, foram destaques no Portal G1, que divulgou a matéria em que cinco presos fugiram da cadeia da delegacia de Mandaguari, na madrugada deste sábado (7 de outubro), por um buraco feito na parede.

Um deles foi recapturado logo em seguida, em Jandaia do Sul, outros três, segundo a polícia, foram pegos pelos policiais no início da tarde deste sábado, em uma estrada rural de Marialva, município vizinho à Mandaguari, após denúncias.

De acordo com a polícia, eles estavam na Estrada Keller, próximo à Capela São João Batista, que fica em um local de difícil acesso. Como os três usaram a capela para tomar banho e bagunçaram o local, um deles deixou um recado, fixado a um crucifixo: “me perdoa seu padre”.

Segundo Maria Colombo, de 69 anos, mulher do coordenador da capela, e que mora nos fundos do local, os fugitivos levaram apenas uma toalha do altar e uma caixa de fogos de artifício. “Eles deixaram uma bagunça total. Sujaram tudo, derrubaram coisas, mas não roubaram nada de valor. Aí deixaram esse bilhete lá no crucifixo porque deve ter pesado a consciência”, afirma. Maria conta que os fugitivos chegaram a pedir comida em uma propriedade vizinha à capela, que tem missa apenas uma vez por semana. Segundo ela, o local já foi roubado pelo menos cinco vezes neste ano. “Já levaram até extintor, garfos e pratos”, diz a moradora da Estrada Keller.

A moradora conta ainda que os fugitivos estouraram os rojões na estrada. “Minha filha ouviu o barulho era umas 11h30”, relata. A Polícia Civil de Mandaguari ainda procura por um preso que permanece foragido. A cadeia da cidade, que tem capacidade para 24 detentos, está com 66 presos neste sábado. (Matéria – Portal G1 e foto de Tribuna Interativa)

Compartilhar