Confusão em Kaloré. Viatura é depredada

1488

Fato foi registrado às 22h30 de segunda-feira (12). Foram presos dois rapazes de 18 anos e um homem de 54.

Conforme relato da Polícia Militar: Esta equipe policial ouviu barulho de motocicletas acelerando em frente ao DPM e ao sair para verificar a situação foi visualizado um condutor empinando e realizando manobras perigosas, com uma motocicleta na cor vermelha na esquina do DPM, foi iniciado acompanhamento tático e dada voz de abordagem ao condutor que parou o veículo.

O condutor foi identificado como a pessoa de 18 anos, o condutor da motocicleta não era habilitado e a motocicleta Honda CG 150 Titan esd, cor vermelha, estava com a tarjeta de Arapongas/PR, sendo que na checagem constava como princípio de emplacamento a cidade de Kaloré/PR.

Diante dos fatos a motocicleta foi removida ao pátio do Detran, do destacamento de Kaloré, o condutor de 18 anos, se recusou em assinar qualquer documentação e disse que a motocicleta não era dele e sim do seu pai e que não tinha responsabilidade sobre o acontecido.

Sendo assim condutor de 18 anos, foi orientado pela equipe e liberado no local após ser qualificado pela equipe. Como a motocicleta estava próximo a entrada do DPM, aproximadamente 40 metros, a motocicleta foi empurrada pelo policial, que ao andar poucos metros com a motocicleta visualizou as pessoas, ambas de 18 anos, que é amigo, depredando a viatura prefixo 6899.

Os dois foram contidos pela equipe e foi acionado apoio do Dpm de Marumbi. Chegou no local o pai do condutor, que chegou alterado e disse que ninguém iria prender seu filho e desobedeceu a equipe policial dizendo “que iria embora e iria levar o seu filho” sendo novamente orientado pela equipe e contido para não se evadir do local.

No memento que a equipe policial de Marumbi chegou no local foram levantados os danos da vtr 6899, sendo que foi quebrado a antena do rádio, retrovisor lado direito, entortado a placa traseira e braço do limpador do para-brisa.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão aos dois, por danos ao patrimônio público, desobediência contra a equipe policial “querendo sair do local”, foi dada voz de prisão a Sérgio por também desobedecer a equipe “querendo tirar seu filho do local e levá-lo embora do local do flagrante”, foram lidos os direitos constitucionais a todos.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Jandaia do Sul para serem tomadas as devidas providências.

Compartilhar