Acusado de furtar caixas de abelhas é preso em Kaloré

1514

Um homem de 25 anos, morador da zona rural de Kaloré foi preso e encaminhado a delegacia de Jandaia do Sul acusado de furtar caixas de abelhas, nesta terça-feira (29).

Segundo a PM, conforme o solicitante, que é apicultor, proprietário da empresa KI-MEL, possui varias caixas de abelhas padrão langstroth, distribuídas em vários apiários na cidade de Kaloré, que há cerca de 20 dias o mesmo esteve em um de seus apiários realizando vistoria, e que ao retornar no apiário para colher mel, momento em que deu falta de duas caixas de abelhas.

A equipe policial iniciou diligências com a intenção de descobrir o autor do furto, sendo que recebeu uma informação anônima que na frente do sítio da pessoa do acusado haviam duas caixas de abelhas jogadas próximo da porteira, e que o acusado possui roupão e fumegador (EPI´s, utilizado por apicultor), porém que não é apicultor.

A equipe fez contato com o acusado, que mostrou várias caixas iguais as que foram furtadas e a equipe deslocou até o local onde estavam as caixas juntamente com a vítima que reconheceu as caixas, que inclusive são idênticas as que possui no barracão e apresentou anteriormente à equipe.

Em ato contínuo, a equipe policial localizou novamente a pessoa do acusado, que inicialmente negou e informou que possui 17 caixas de abelha, e que essas duas era sim dele mais que ele havia comprado de seu tio que é apicultor em Marumbi.

A equipe ligou para essa pessoa, que confirmou ser tio do acusado, porém nunca vendeu ou deu nenhuma caixa a ele, e que também não conhece nenhum apiário dele, porém tem conhecimento que o acusado possui umas caixas de abelha no sítio de seu pai.

Novamente o acusado foi indagado sobre a origem das caixas e diante da afirmativa da equipe que a vitima reconheceu as mesmas, este afirmou ter furtado as duas caixas do apiário do solicitante. Diante da matéria do delito, do reconhecimento da vitima e da confissão do autor, o mesmo recebeu voz de prisão sendo lido seus direitos constitucionais, e encaminhado até a delegacia de Jandaia do Sul e apresentado a autoridade policial para os procedimentos, sendo que uma das caixas de abelha que estava vazia, foi apreendida e encaminhada até a delegacia de Jandaia do Sul, já a outra possui um enxame de abelha impossibilitando sua apreensão, tendo sido fotografada para apresentação das imagens ao Delegado de Polícia.

Compartilhar